SEGURANÇA PATRIMONIAL: COMO E QUANDO FAZER ESSE INVESTIMENTO

Quando se fala em segurança patrimonial é preciso saber que isso é um investimento e não um gasto desnecessário.

A segurança é uma necessidade que todas as pessoas possuem. Principalmente pelo fato de vivermos em uma sociedade tão exposta à violência.

Na hora de contratar a empresa que será responsável por cuidar de seu patrimônio é importante tomar alguns cuidados básicos para não fazer uma escolha ruim.

Quer aprender sobre esses principais cuidados? Então não deixe de ler o texto abaixo com bastante atenção.

 

Segurança patrimonial: como fazer um investimento seguro

 

Antes de fazer esse tipo de investimento é importante é entender o real significado de segurança patrimonial.

Trata-se de um conjunto de medidas preventivas cujo principal objetivo é evitar ou reduzir prejuízos ao seu patrimônio, podendo ser sua residência ou empresa.

É muito importante investir nesse tipo de serviço, uma vez que ninguém sabe a hora que acontecerá alguma situação de sinistro que prejudique seu patrimônio.

Se você está pensando em contratar esse tipo de serviço para a sua casa ou empresa, é muito importante fazer a escolha correta para evitar dores de cabeça posteriores.

Tenha sempre em mente que a empresa precisa ser séria e comprometida com a qualidade dos serviços a serem prestados.

 

Veja as dicas que preparamos para você:

 

  1. Conheça a história de atuação da empresa

Após fazer o levantamento das principais empresas de segurança da sua região é preciso pesquisar sobre a história de atuação de cada uma delas.

Para fazer melhor comparação é importante ter pelo menos 3 nomes.

Busque informações como tempo de existência, principais clientes e quais são seus valores e missão.

Além disso, converse com os atuais clientes sobre a qualidade dos serviços oferecidos.

Analise também a reputação de cada uma das empresas. Veja como estão os comentários sobre elas.

Veja ainda se existem reclamações no site Reclame Aqui.

 

Leia com atenção todos os comentários para saber o posicionamento da empresa diante das reclamações, caso exista alguma.

 

  1. Analise a localização da sede e os recursos de segurança disponibilizados

Em caso de sinistro você vai precisar de atendimento rápido, portanto, a localização da sede da empresa deve ser levada em consideração.

Além disso, é preciso verificar quais os recursos tecnológicos serão disponibilizados para reforçar a segurança patrimonial.

Verifique qual deles atende às suas necessidades e peça orientações sobre o seu funcionamento.

 

  1. Compare os preços:

Esse é um ponto que deve ser observado com todo cuidado, afinal de contas é um investimento relativamente alto.

Portanto, você deve analisar com atenção o custo benefício que cada uma das empresas oferece.

Compare os preços e os serviços. Fique atento à qualidade do atendimento desde o primeiro momento.

Escolha aquela que oferecer o melhor serviço pelo melhor preço. No entanto, não se apegue ao preço baixo, prefira o preço justo aliado à boa prestação de serviços.

Analise o tipo de cobertura que a empresa oferece. Compare com os riscos reais que seu patrimônio está exposto.

É preciso ter certeza que a empresa vai cobrir os danos. Exija que todos os serviços estejam descritos no contrato. Essa será a sua garantia.

Caso tenha dúvidas na hora de assinar o contrato para efetivação do serviço de segurança patrimonial, converse com o representante da empresa para que todas informações fiquem claras.

 

Conclusão

Escolher a empresa que vai cuidar da sua segurança patrimonial é uma escolha que deve ser feita com todo o cuidado possível.

É importante ter em mente que você colocando seu bem aos cuidados de terceiros, sendo assim o investimento precisa valer à pena.

Não aja de forma precipitada e não deixe de colocar em prática todas as dicas que foram apresentadas nesse texto.

Dessa forma, com certeza sua escolha será a mais acertada.

Recommended Posts